Material Radiografias

 

As radiografias (Raio X), usadas tanto na área médica, quanto na área dentária, depois de cinco anos perdem o seu valor de diagnóstico.
Todo esse material produz 2 graves problemas:

1º  O acetato, base do filme é plástico, demorando até 100 anos para ser degradado.

2º Para o filme existe a prata e o carbono, metais pesados, que resistem para sempre, contaminando a terra e caindo nos lençóis freáticos, poluindo a água.

Ajude a proteger o meio ambiente entregando suas antigas radiografias à UBB.

UBB e você, juntos por um planeta melhor!

Coleta de Radiografia:
Rua Pedro Américo, 32 -  16º andar - 7º andar
Bairro -  República
Diretamente com qualquer atendente na recepção.
Funcionamento das 08:00 às 17:30 horas.

 


 

Raio X contém metal pesado e não deve ser descartado no lixo comum

Sabe aquele exame de raio-x que você fez há anos e está guardado? Sim, até ele pode ser reaproveitado. Só não pense em jogá-lo na lixeira da cozinha. Se descartado no lixo comum, as chapas contaminam solo e água, pois contêm metal pesado – a prata.

A separação dos grãos de prata acontece por meio de um processo que utiliza altas temperaturas e dá origem a “escamas” do metal – usados na fabricação de joias e talheres. O plástico que sobra (o suporte das chapas) pode ser reaproveitado em embalagens, capas de caderno e fichários.

Fonte: Lydia Cintra
Revista Super Interessante - Abril